Login

O maior restaurante submarino do mundo oferece muito mais que frutos do mar

21 de abril, 2020
By The Explorer

A nova maravilha marítima da Noruega está localizada cinco metros abaixo da superfície: trata-se de uma edificação subaquática que abriga um restaurante exclusivo, uma estação de pesquisa e atividades de proteção ao ecossistema local.

A era dos restaurantes exóticos no topo de arranha-céus já não é mais o topo da moda: os jantares que roubam o fôlego agora têm outra vista, como a deste restaurante meio submerso que fica no extremo sul da Noruega, bem na ponta. Pense em uma janela com 11 metros de extensão: o restaurante Under oferece aos seus frequentadores uma vista panorâmica de um dos mais raros ecossistemas marítimos do mundo — uma vista a saborear acompanhada de sofisticados pratos de frutos-do mar. É um show: microalgas e plâncton dançando a esmo, algas compridas balançando ao sabor das ondas e multidões de peixes, águas-vivas e crustáceos nadando a poucos metros das mesas. Bons observadores poderão até reconhecer do lado de fora da janela o que estão vendo também em seus pratos!

Será que tudo isso é apenas um requintado truque para atrair frequentadores exigentes, sempre em busca de experiências culinárias exóticas em um mercado altamente competitivo?

Ora, as ambições do Under vão muito além disso. O restaurante foi concebido para promover o gerenciamento sustentável de recursos marinhos. Assim, os frequentadores do restaurante são apenas uma parte desta equação. O foco do local recai igualmente sobre a pesquisa marinha e sobre a arquitetura pioneira, que passará a integrar o ambiente marinho.

Graças a técnicas inovadoras de engenharia, soluções “smart” serão empregadas visando a sustentabilidade. Assim, o Under demonstra como é factível criar um conceito viável e lucrativo que também retribui ao ecossistema em que se encontra.

Uma janela de 11 metros de vidro acrílico proporciona aos frequentadores do restaurante uma vista panorâmica do leito marinho.

Ivar Kvaal

Projetado para um leito marinho vivo

O bater das ondas, a força das correntes e flutuações de temperatura: um restaurante subaquático precisa resistir a forças naturais muito mais atrozes que as normalmente enfrentadas na superfície.

Por conta disso, o Under foi construído em concreto bruto, não tratado, que se incorpora ao ambiente nativo. Com meio metro de espessura, as paredes côncavas em concreto são capazes de resistir à fúria do mar do Norte, em plena harmonia com a costa acidentada sobre a qual repousa metade do restaurante.

E, no concreto, há um detalhe importante: a rugosidade do material proporciona uma superfície convidativa para que moluscos e algas se instalem. Assim, é questão de tempo até que se forme um riquíssimo e saudável recife artificial.

O escritório de arquitetura e design Snøhetta, de renome internacional, foi o responsável por projetar o Under. A empresa também está colaborando para o empreendimento Svart, o primeiro hotel com saldo positivo de energia no mundo, que será construído próximo ao Círculo Polar Ártico. Além disso, a Snøhetta é uma parceira-chave da Powerhouse alliance, que projeta e constrói edificações residenciais e comerciais com saldo positivo de energia (“energy positive”).

Já a empresa norueguesa Core Marine ajudou a resolver diversos desafios técnicos e estruturais inerentes ao intuito de construir um restaurante cinco metros abaixo do nível do mar. A experiência que a empresa tem com soluções offshore e subsea foi fundamental para construir, transportar, submergir e ancorar o restaurante. Por exemplo, foi necessário desenvolver um tipo inteiramente novo de barcaça a fim de rebocar o edifício até o local onde se situa.

O resultado de todo este esforço é uma edificação com baixo impacto ao ambiente marinho, mas que, além disso, serve como superfície para abrigar espécies subaquáticas.

O Under foi construído para resistir às terríveis forças do mar do Norte.

Ivar Kvaal

Hub de pesquisa

Uma das funcionalidades do Under será alavancar a pesquisa marinha. Uma equipe do Instituto Norueguês de Pesquisa em Bioeconomia (Norwegian Institute of Bioeconomy Research - NBIO) está usando o Under como base permanente para estudar a diversidade na vida marinha que se desdobra em frente à janela do restaurante. A edificação é toda recoberta por sensores e outros aparatos de tecnologia avançada que certamente proporcionarão um panorama único e preciso a respeito da vida subaquática nesta esquina do leito marinho. Os pesquisadores têm muito interesse em saber como os peixes nessa área reagem a sinais sonoros. A pesquisa desenvolvida é relevante para diversas aplicações, da aquicultura a instalações industriais de grande porte em pleno mar.

E os resultados já estão surgindo. A equipe do NBIO descobriu recentemente um tipo de água-viva que, até então, não havia sido observado na área.

Sustentabilidade no menu

O chef do Under é ninguém menos que o renomado chef dinamarquês Nicolai Ellitsgaard. Ele trabalha com foco em alimentos locais: tudo é pescado em um raio de poucos quilômetros — ou até mesmo metros —do restaurante. Os chefs que atuam no local trabalham em parceria com biólogos marinhos, visando identificar o momento ideal para obter os alimentos do cardápio sem afetar o ecossistema local.

O menu é recheado de iguarias gastronômicas incomuns, sendo a maioria delas totalmente inédita para quase todos — com exceção, claro, de quem é expert em frutos do mar. Muitos dos pratos são inclusive baseados em ingredientes que os pescadores costumavam desprezar. Os frequentadores poderão desfrutar de preciosidades como o caranguejo real norueguês, caranguejo-porcelana, cabeça de linga, um tipo de ova de peixe e ampla variedade de algas marinhas.

O menu é ousado, mas ambiciona muito mais que provocar as papilas gustativas dos paladares exigentes com pratos inovadores. Como a população global está crescendo rapidamente, um dos desafios mais urgentes do futuro próximo será alimentar a população de forma sustentável para o meio-ambiente. O oceano tem um enorme potencial como fonte de alimento, mas isso só será viável se os recursos dos mares forem gerenciados de forma sustentável. Há muitas espécies importantes de peixes sob ameaça de extinção devido à pesca predatória. Para que as gerações futuras possam se beneficiar dos alimentos marinhos, todos os tipos de recursos oceânicos precisam ser usados, não apenas os tradicionais. Assim, o Under oferece quitutes deliciosos baseados em ingredientes crus que, normalmente, são descartados como sobras. Isso é um importante lembrete que sempre há como encontrar alimentos: basta procurar no lugar certo.

Saiba mais sobre como a tecnologia norueguesa promove a aquicultura sustentável.

O menu do Under serve alimentos locais.

Stian Broch